• Vilmar Gusberti

A Escala Pentatônica - Parte 1


A Pentatônica é a escala mais antiga de que se tem conhecimento, tendo na China documentos de 3.000 a.C. que comprovam seu uso. Alguns historiadores afirmam que os sumérios já a usavam há mais de 6.000 anos. De modo geral os livros de história da música remetem as origens da pentatônica ao mundo oriental e ao continente africano e sabemos que ela foi introduzida na música ocidental nos EUA pelos escravos trazidos da África e por seus descendentes, que também originaram o Jazz e o Blues, frutos uma mistura de suas tradições com a cultura européia dos senhores brancos.

A definição de Escala Pentatônica é: uma escala de 5 sons dentro de uma oitava. Por essa definição temos diversas possibilidades de combinações de notas, diversas escalas pentatônicas, mas as duas mais utilizadas são as que chamamos de Pentatônica Maior e Pentatônica Menor. Nesse artigo vamos estudar a Escala Pentatônica Maior.

Estrutura da Pentatônica Maior:

Para entender a estrutura de qualquer escala, é essencial que você já conheça as notas musicais, conceitos de Tom (T) e Semitom (ST), sustenido (#) e bemol (b) e intervalos.

Do ponto de vista das distâncias entre as notas, a Pentatônica Maior possui a seguinte estrutura:

1 Tom entre a Tônica e a 2ª nota;

1 Tom entre a 2ª e a 3ª notas;

1 Tom + 1 Semitom entre a 3ª e a 4ª notas;

1 Tom entre a 4ª e a 5ª notas;

1 Tom + 1 Semitom entre a 5ª nota e Tônica;

Do ponto de vista dos intervalos, a Pentatônica Maior é formada por Tõnica (T), Segunda Maior (2M), Terça Maior (3M), Quinta Justa (5J) e Sexta Maior (6M).

Se utilizarmos como Tônica a nota Dó (C), obteremos a Pentatônica de Dó Maior com as seguintes notas: C, D, E, G, A. Veja um resumo da estrutura no gráfico a seguir:

Visualizando e Tocando a Pentatônica Maior:

Vamos começar visualizando a Pentatônica de Dó Maior em uma corda por vez, como na imagem a seguir:

Agora experimente tocar estas notas sobre essa base em Dó Maior:

E aí? Gostou do resultado? Se divertiu? Esta é uma boa forma de começar a praticar improvisação. No YouTube tem milhares de bases como esta, para encontrá-las você pode procurar por backing track ou jam track, nesse caso, como queria uma base em Dó Maior, escrevi na busca "jam track C major".

Agora localize e toque as mesmas notas em outras cordas, como nos exemplos a seguir:

Veja agora a localização das notas da Pentatônica de Dó Maior em todas as cordas:

Obs: Ainda poderíamos utilizar as notas das cordas soltas 1ª (E), 3ª (G), 4ª (D), 5ª (A) e 6ª (E).

Os 5 Formatos da Pentatônica Maior:

Recortando a imagem acima vamos obter os 5 formatos tradicionais da Pentatônica, que são digitações de 2 notas por corda. O formato 1 é o que parte da Tônica (nesse caso C) na 6ª corda, o formato 2 parte da 2ª nota (nesse caso D), e assim por diante...

Pratique os formatos devagar para memorizá-los de forma eficiente e depois comece a aplicá-los na improvisação sobre backing tracks, ou tocando com seus amigos. Bons estudos!

#escalapentatonica #pentatonica #pentatonicamaior #pentatonicanaguitarra

5,744 visualizações